quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Besouro




O besouro rola-bosta vive de rolar bosta.

Esta é sua razão de vida, rolar bosta.

Sem ela, a bosta, ele não sobrevive.

Ele acredita que rolando bosta está fazendo bem, e há quem diga que seu trabalho é importante.

E por pensar que seu trabalho é importante, ele o executa com vigor, com louvor. Não se importa de trabalhar com bosta, na bosta.

É nela, na bosta, que ele se alimenta, deposita seus ovos, nasce e morre. Na bosta.

Essa é sua natureza, e por pensar que essa é sua natureza, o besouro não pensa em viver diferente. Ele está feliz e contente, na bosta.

O homem rola-vida, vive de rolar a vida...










Evandro L! Melo

3 comentários:

NN Acessórios disse...

Oi querido...muito INTERESSANTE sua meditação. Especialmente o que diz respeito ao homem...haha...fantástica sua sacada.
Beijinhos

filippo disse...

Ola, criador do blog aclecia eu gostaria de iniciar uma parceria de blogs. você coloca o link do meu blog que é : www.superblogmaneiro.blogspot.com e eu coloco o link do seu blog, voltarei aqui para obiservar se você colocou mesmo.

atenciosamente.

FILIPPO.


OBS: só para constatar eu tenho 10 anos!

filippo disse...

Ola, criador do blog aclecia eu gostaria de iniciar uma parceria de blogs. você coloca o link do meu blog que é : www.superblogmaneiro.blogspot.com e eu coloco o link do seu blog, voltarei aqui para obiservar se você colocou mesmo.

atenciosamente.

FILIPPO.


OBS: só para constatar eu tenho 10 anos!